logo: tesserac

Tania Fraga

artist, architect, designer | artista, arquiteta, designer




Singularity: the dream

Singularidade
Responsive Membrane

membrana
Enigma

Enigma
Caracolomobile

Caracolomobile

In 1973 I had a stunning dream where I saw taking shape in a flat red rubber a surface of one side.Today I know it is called singularity. In attempting to visualize such a dream I have discovered the field of mathematics called topology, which studies space and multidimensionality through relationships and connections. I made all sorts of possible molds of such a shape in drawings, wire meshes, ceramics. I even did the final project of my bachelor's degree in architecture with a version of it. But it was only with the advent of microcomputers and my diving into this universe, after 1987, that I was able to simulate this form. It took me to build virtual realities and back to mater with the creation of robots and jewels.

I designed it as a great sculpture named Singularity, to be build over a black granite mirror lake. It will measure around 8.00x3.00x3.00m. It will be made with carbon steel by robotic processes. It was chosen by Radah Abramo to be built in the Bandeirantes Palace in Sao Paulo but there was no 3D printers at the time. I hope one day, in this life, to afford to build it. I speak deeply about this dream in the article 'Wanderings in Computer Art', which was published in the book 'Hiperorganicos', of UFRJ, in 2016.

Em 1973 tive um sonho deslumbrante onde via tomar forma, numa borracha vermelha, uma superfície de um só lado. Hoje sei que seu nome é singularidade. Na tentativa de visualizar tal sonho acabei descobrindo o campo da matemática chamado topologia, o qual estuda o espaço e a multidimensionalidade a partir de relações e conexões. Passei a fazer moldes possíveis dessa forma em desenhos, malhas de arames, cerâmicas. Até mesmo fiz meu projeto de finalização do bacharelado em arquitetura com uma versão dela. Mas foi só com o advento dos microcomputadores e de meu mergulho nesse universo, à partir de 1987, que consegui simular essa forma. Ela me levou para as realidades virtuais e de volta à matéria com a criação de robôs e joias.

Projetei-a como uma grande escultura, sobre um espelho d'agua de granito negro, com cerca de 8.00x3.00x3.00m e denominei-a Singularidade. Deverá ser executada por robôs e com aço cortém. Foi escolhida por Radah Abramo para ser construida no Palácio dos Bandeirantes em São Paulo mas não consegui executá-la na época. Espero ainda ser capaz de realizá-la nesta vida. Falo um pouco mais aprofundadamente desse percurso no artigo ‘Perambulações em Arte Computacional’ que foi publicado no livro ‘Hiperorgânicos’ da UFRJ em 2016.


Exhibitions Art.ficial Emotion 2 at Itau Cultural Institute and at experimental Art Foundation, Australia: YouTube Video



Responsive Membrane: a silent organic robot | Membrana Estimulável: um robô orgânico silencioso